ÉTICA E CULTURA
ISBN: 9788527306966
Autor: Danilo Santos de Miranda (org.)
Páginas: 240
--
Como definir a ética num tempo tão marcado pela instabilidade eletrônica de valores e pela inconstância relativística de tendências e padrões? O modo de preceituar a ética consiste num conjunto de normas e regras que não podem ser encaradas como leis ou princípios preestabelecidos para toda a eternidade. Para além de seu domínio delimitado pela vida familiar e pelas responsabilidades individuais e coletivas, o tema da ética se vê, hoje, diante da necessidade de fazer-se valer e intervir em questões inteiramente novas, antes inexistentes, como as do equilíbrio ecológico, da vida ambiental, do crescimento sustentável e, com uma intensidade nunca vista anteriormente, dos direitos humanos. Ética e Cultura é um livro que aborda alguns dos tópicos mais candentes do debate que se trava a esse respeito. Confrontam-se nele reflexões e análises as quais não se prendem às definições conceituais, enveredando por suas extensões na tumultuada agenda atual da política, da estética, das relações interpessoais, da exposição midiática, do sensacionalismo e das indústrias culturais de massa, sem deixar de examinar a contemporaneidade e o cenário brasileiros. São quatorze textos de ensaios e conferências, assinados por nomes como Amelia Valcárcel, Bento Prado Júnior, Olgária Matos, Renato Janine Ribeiro, Roberto Romano, dentre outros, por meio dos quais torna-se possível reconhecer, nos recentes desdobramentos da indagação ética e no leque de posições que eles induzem, as novas feições de Leviatã a emergir na sociedade global deste início do terceiro milênio. Para equacionar os desafios que assim se propõe ao homem moderno, o sociólogo Danilo Santos de Miranda organizou em 2001, sob a égide do SESC de São Paulo, o importante simpósio sobre ética e cultura que a Editora Perspectiva agora põe ao alcance de seus leitores.

ÉTICA E CULTURA
R$39,00
Quantidade
ÉTICA E CULTURA R$39,00
ISBN: 9788527306966
Autor: Danilo Santos de Miranda (org.)
Páginas: 240
--
Como definir a ética num tempo tão marcado pela instabilidade eletrônica de valores e pela inconstância relativística de tendências e padrões? O modo de preceituar a ética consiste num conjunto de normas e regras que não podem ser encaradas como leis ou princípios preestabelecidos para toda a eternidade. Para além de seu domínio delimitado pela vida familiar e pelas responsabilidades individuais e coletivas, o tema da ética se vê, hoje, diante da necessidade de fazer-se valer e intervir em questões inteiramente novas, antes inexistentes, como as do equilíbrio ecológico, da vida ambiental, do crescimento sustentável e, com uma intensidade nunca vista anteriormente, dos direitos humanos. Ética e Cultura é um livro que aborda alguns dos tópicos mais candentes do debate que se trava a esse respeito. Confrontam-se nele reflexões e análises as quais não se prendem às definições conceituais, enveredando por suas extensões na tumultuada agenda atual da política, da estética, das relações interpessoais, da exposição midiática, do sensacionalismo e das indústrias culturais de massa, sem deixar de examinar a contemporaneidade e o cenário brasileiros. São quatorze textos de ensaios e conferências, assinados por nomes como Amelia Valcárcel, Bento Prado Júnior, Olgária Matos, Renato Janine Ribeiro, Roberto Romano, dentre outros, por meio dos quais torna-se possível reconhecer, nos recentes desdobramentos da indagação ética e no leque de posições que eles induzem, as novas feições de Leviatã a emergir na sociedade global deste início do terceiro milênio. Para equacionar os desafios que assim se propõe ao homem moderno, o sociólogo Danilo Santos de Miranda organizou em 2001, sob a égide do SESC de São Paulo, o importante simpósio sobre ética e cultura que a Editora Perspectiva agora põe ao alcance de seus leitores.