ISBN: 9788527310543
Autor: Paulo Rosenbaum
Páginas: 254
--
No começo, o caos e a angústia. Depois, a aventura.
Seria a gruta da Makhpelá realmente o Túmulodos Patriarcas, e também do primeiro homem ou de seu protótipo, o Adam Kadmon? Estariam ali depositadas as respostas a todas as dúvidas, a solução de todos os conflitos? Como escapar da racionalidade caótica e sufocante da vida moderna sem se perder na caverna acolhedora das certezas inquestionáveis de uma ortodoxia? A jornada individualíssima do protagonista – o Brasil a Israel, do futuro que nunca chega ao passado
que nunca passa, a busca por desvendar uma imagem que não deveria existir e a ida a um lugar ao qual ninguém pode ir: Hebron, morada do além e do aquém da História, onde a tradição se consagra como sítio do último descanso dos seus fundadores e da próxima batalha de uma guerra interminável – se transformará na revelação da própria base da existência. Um mesmo símbolo expressa a matéria de que são compostas a vida e a arte. Céu Subterrâneo, de Paulo Rosenbaum, é uma
descida sem cordas ao mais profundo mistério que, sem condar, revela a verdade que diz respeito a todos nós. E que não está lá fora.
J. Guinsburg e L.H. Soares
--
Mais informações:

Coleção: PARALELOS/P.031
Ano de publicação: 2016
Peso: 0,3 kg
Dimensões: 21 x 14 x 0 cm
CÉU SUBTERRÂNEO
R$49,00
Quantidade
CÉU SUBTERRÂNEO R$49,00
ISBN: 9788527310543
Autor: Paulo Rosenbaum
Páginas: 254
--
No começo, o caos e a angústia. Depois, a aventura.
Seria a gruta da Makhpelá realmente o Túmulodos Patriarcas, e também do primeiro homem ou de seu protótipo, o Adam Kadmon? Estariam ali depositadas as respostas a todas as dúvidas, a solução de todos os conflitos? Como escapar da racionalidade caótica e sufocante da vida moderna sem se perder na caverna acolhedora das certezas inquestionáveis de uma ortodoxia? A jornada individualíssima do protagonista – o Brasil a Israel, do futuro que nunca chega ao passado
que nunca passa, a busca por desvendar uma imagem que não deveria existir e a ida a um lugar ao qual ninguém pode ir: Hebron, morada do além e do aquém da História, onde a tradição se consagra como sítio do último descanso dos seus fundadores e da próxima batalha de uma guerra interminável – se transformará na revelação da própria base da existência. Um mesmo símbolo expressa a matéria de que são compostas a vida e a arte. Céu Subterrâneo, de Paulo Rosenbaum, é uma
descida sem cordas ao mais profundo mistério que, sem condar, revela a verdade que diz respeito a todos nós. E que não está lá fora.
J. Guinsburg e L.H. Soares
--
Mais informações:

Coleção: PARALELOS/P.031
Ano de publicação: 2016
Peso: 0,3 kg
Dimensões: 21 x 14 x 0 cm