COMO PARAR DE ATUAR

ISBN: 9788527309615

Autor: Harold Guskin

Número de páginas: 192

--

Em Como Parar de Atuar, Harold Guskin revela os insights e técnicas que se expressaram em grandes interpretações de dúzias de atores por ele orientados, novatos e veteranos, tanto nos palcos quanto nas telas. Em vez de elaborar mais um “método”, Guskin oferece ao intérprete uma estratégia baseada em uma ideia simples e inovadora: a de que o empenho do ator na sua representação não é o de “criar uma personagem”, mas, ao contrário, deixar-se levar pelo impulso, em contínua interação sensível com o texto. Extraindo exemplos de seu labor com performers e de sua própria experiência, propõe que o ato de corporificar se constitua de uma dinâmica exploração de seus potenciais em contínua evolução, e não como um percurso ditado por um objetivo final, previamente fixado. Nesse sentido, oferece importantes e originais conselhos para o desenvolvimento ou a renovação de um papel, a atuação em cenas difíceis e de forte conteúdo emocional, o confronto com papéis de grandes autores, bem como para a adaptação às demandas particulares da cena teatral ou da tela do cinema e da televisão, para o relacionamento e o envolvimento com o público espectador – uma rica e prática lição, que torna este livro, além de prazerosa leitura, ferramenta valiosa para novos e não tão novos atores, na busca de bem-sucedida realização como profissionais e artistas.

COMO PARAR DE ATUAR
R$51,00
Quantidade
COMO PARAR DE ATUAR R$51,00

ISBN: 9788527309615

Autor: Harold Guskin

Número de páginas: 192

--

Em Como Parar de Atuar, Harold Guskin revela os insights e técnicas que se expressaram em grandes interpretações de dúzias de atores por ele orientados, novatos e veteranos, tanto nos palcos quanto nas telas. Em vez de elaborar mais um “método”, Guskin oferece ao intérprete uma estratégia baseada em uma ideia simples e inovadora: a de que o empenho do ator na sua representação não é o de “criar uma personagem”, mas, ao contrário, deixar-se levar pelo impulso, em contínua interação sensível com o texto. Extraindo exemplos de seu labor com performers e de sua própria experiência, propõe que o ato de corporificar se constitua de uma dinâmica exploração de seus potenciais em contínua evolução, e não como um percurso ditado por um objetivo final, previamente fixado. Nesse sentido, oferece importantes e originais conselhos para o desenvolvimento ou a renovação de um papel, a atuação em cenas difíceis e de forte conteúdo emocional, o confronto com papéis de grandes autores, bem como para a adaptação às demandas particulares da cena teatral ou da tela do cinema e da televisão, para o relacionamento e o envolvimento com o público espectador – uma rica e prática lição, que torna este livro, além de prazerosa leitura, ferramenta valiosa para novos e não tão novos atores, na busca de bem-sucedida realização como profissionais e artistas.