O momento atual, em que dois estamentos fundamentais da vida republicana, o judicial e o político, se confrontam – com direito a torcidas organizadas na internet e demonização do outro campo –, demanda uma refl exão que não se acanhe por um conservadorismo de ofício nem se perca no proselitismo fácil. Contra o plano de fundo das tensões decorrentes do crescente protagonismo de procuradores e magistrados, José Eduardo Faria discute aqui, em textos curtos e argutos, questões como as interpretações estritas ou criativas da lei, direito romano versus direito germânico, abuso de autoridade e ativismo, o dissenso judicial, a adjudicação, juízos políticos e garantias jurídicas, a prisão em segunda instância, o processo legislativo, a judicialização da política nacional, e a banalização do habeas corpus. Muito embora tenham vindo à luz no calor do momento, suas ponderações logram atribuir os pesos certos às grandezas (e picuinhas) devidas, ajudando-nos a melhor compreender e nos posicionar nesse juízo no qual, como nunca antes na história deste país, somos nós o júri.
José Eduardo Fariaé professor titular do Depto. de Filosofi a e Teoria Geral do Direito da USP e da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGVLaw), tendo sido professor visitante em universidades espanholas e italianas. Membro do conselho editorial do International Institute for Sociology of Law e colunista do jornal O Estado de S. Paulo, tem dezessete livros publicados no Brasil e no exterior, entre os quais O Estado e o Direito Depois da Crise (Saraiva, 2011), prêmio Jabuti de 2012.


ISBN: 9788527311540
Autor: José Eduardo Faria
Coleção: Debates 343
Dimensões: 11,5 cm x 20,5 cm
Peso: 0,260kg

CORRUPÇÃO, JUSTIÇA E MORALIDADE PÚBLICA
R$39,90
Quantidade
CORRUPÇÃO, JUSTIÇA E MORALIDADE PÚBLICA R$39,90

Conheça nossas opções de frete

O momento atual, em que dois estamentos fundamentais da vida republicana, o judicial e o político, se confrontam – com direito a torcidas organizadas na internet e demonização do outro campo –, demanda uma refl exão que não se acanhe por um conservadorismo de ofício nem se perca no proselitismo fácil. Contra o plano de fundo das tensões decorrentes do crescente protagonismo de procuradores e magistrados, José Eduardo Faria discute aqui, em textos curtos e argutos, questões como as interpretações estritas ou criativas da lei, direito romano versus direito germânico, abuso de autoridade e ativismo, o dissenso judicial, a adjudicação, juízos políticos e garantias jurídicas, a prisão em segunda instância, o processo legislativo, a judicialização da política nacional, e a banalização do habeas corpus. Muito embora tenham vindo à luz no calor do momento, suas ponderações logram atribuir os pesos certos às grandezas (e picuinhas) devidas, ajudando-nos a melhor compreender e nos posicionar nesse juízo no qual, como nunca antes na história deste país, somos nós o júri.
José Eduardo Fariaé professor titular do Depto. de Filosofi a e Teoria Geral do Direito da USP e da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas (FGVLaw), tendo sido professor visitante em universidades espanholas e italianas. Membro do conselho editorial do International Institute for Sociology of Law e colunista do jornal O Estado de S. Paulo, tem dezessete livros publicados no Brasil e no exterior, entre os quais O Estado e o Direito Depois da Crise (Saraiva, 2011), prêmio Jabuti de 2012.


ISBN: 9788527311540
Autor: José Eduardo Faria
Coleção: Debates 343
Dimensões: 11,5 cm x 20,5 cm
Peso: 0,260kg