ESPAÇO DA TRAGÉDIA, O
Descrição: Que motivos levam diretores, atores, dramaturgos e cenógrafos a buscar nos textos trágicos da Hélade uma fonte para a inovação estética e cênica? Por que, de modo paradoxal, os textos que fundam nossa tradição teatral se tornaram um meio de se afirmar o experimentalismo no decorrer da história do teatro moderno e contemporâneo? Essas questões nos fazem pensar que o teatro pós-moderno estabeleceu um novo espaço para a tragédia grega. O texto de Gilson Motta busca investigar esse espaço e, para tanto, toma a arte da cenografia como ponto de observação. Interessa-lhe refletir sobre o espaço que a tragédia ocupa na visão dos encenadores no Brasil contemporâneo e como esse espaço se manifesta em termos formais, quer dizer, como a cenografia contribui para a construção do sentido do trágico. Os espetáculos analisados ao longo desta obra mostram como a criatividade dos grupos teatrais, dos diretores e dos cenógrafos vem trazendo para os nossos palcos uma abordagem diferenciada da tragédia grega. Esta se mostra como teatro de participação, teatro político, teatro de violência e crueldade, teatro poético, teatro de fortes imagens, teatro épico, teatro musical, teatro ritual, teatro performático, teatro de rua, teatro que interage com outras mídias, teatro multicultural, teatro que dialoga consigo mesmo enquanto metateatro. O autor convida, assim, o leitor a sentar-se como espectador de uma cena trágica diversificada, peça em ato cujas imagens revelam um discurso crítico, de ordem política e social, num contexto marcado pela miséria, pela degradação dos valores, pela extrema violência e crueldade, enfim, pelo nosso “trágico cotidiano”.
[J. G.]

--
ISBN: 9788527309172
Autor: Gilson Motta
Número de páginas: 288
Coleção: Estudos 290
Dimensões: 12,5 cm x 22,5 cm
Peso: 0,350 kg
ESPAÇO DA TRAGÉDIA, O
R$64,90
Quantidade
ESPAÇO DA TRAGÉDIA, O R$64,90
Descrição: Que motivos levam diretores, atores, dramaturgos e cenógrafos a buscar nos textos trágicos da Hélade uma fonte para a inovação estética e cênica? Por que, de modo paradoxal, os textos que fundam nossa tradição teatral se tornaram um meio de se afirmar o experimentalismo no decorrer da história do teatro moderno e contemporâneo? Essas questões nos fazem pensar que o teatro pós-moderno estabeleceu um novo espaço para a tragédia grega. O texto de Gilson Motta busca investigar esse espaço e, para tanto, toma a arte da cenografia como ponto de observação. Interessa-lhe refletir sobre o espaço que a tragédia ocupa na visão dos encenadores no Brasil contemporâneo e como esse espaço se manifesta em termos formais, quer dizer, como a cenografia contribui para a construção do sentido do trágico. Os espetáculos analisados ao longo desta obra mostram como a criatividade dos grupos teatrais, dos diretores e dos cenógrafos vem trazendo para os nossos palcos uma abordagem diferenciada da tragédia grega. Esta se mostra como teatro de participação, teatro político, teatro de violência e crueldade, teatro poético, teatro de fortes imagens, teatro épico, teatro musical, teatro ritual, teatro performático, teatro de rua, teatro que interage com outras mídias, teatro multicultural, teatro que dialoga consigo mesmo enquanto metateatro. O autor convida, assim, o leitor a sentar-se como espectador de uma cena trágica diversificada, peça em ato cujas imagens revelam um discurso crítico, de ordem política e social, num contexto marcado pela miséria, pela degradação dos valores, pela extrema violência e crueldade, enfim, pelo nosso “trágico cotidiano”.
[J. G.]

--
ISBN: 9788527309172
Autor: Gilson Motta
Número de páginas: 288
Coleção: Estudos 290
Dimensões: 12,5 cm x 22,5 cm
Peso: 0,350 kg