Desde a publicação de seu Manifesto de Fundação em 1909, o Futurismo italiano converteu-se em ponto de referência obrigatório para o estudo da história, das ideias e das realizações das "vanguardas" ocidentais. Pois as concepções e os trabalhos de Marinetti e seus companheiros marcaram, além da produção em literatura, música, artes plásticas, arquitetura, teatro, cinema, fotografia e moda, a reflexão estética, bem como o pensamento e a ação política de nosso tempo. No vasto e, às vezes, bizarro acervo de propostas desse movimento, a pregação iconoclasta da necessidade de arrasar o passado, fruto de rejeições, hoje eventualmente superadas, ladeia intuições, às vezes, simplesmente "geniais" e do maior alcance. É o caso das ideias sobre o dinamismo universal, a simultaneidade, o fluxo, a síntese e muitas outras, que surgem expressas, amiúde, em linguagem tosca e emaranhada sobre a forma de "achados", ora curiosos, como a do entoarruídos ou as tabelas do tatilismo, ora fecundos e destinados a uma profunda repercussão, como as teorias da montagem, o fotodinamismo, o teatro sintético, a pólis e a política do futuro.
Tais são os elementos que, semeados nas declarações escritas de "O Futurismo Italiano", tornam indiscutível a atualidade de seus Manifestos. Reunindo uma seleção dos mais significativos, a organização deste volume se propôs não apenas a pôr à disposição de nosso público leitor uma preciosa documentação para estudo, como, principalmente, elementos de uma indagação sobre o nosso mundo e o nosso tempo.
--
ISBN: 9788527304658
Autor: Aurora Fornoni Bernardini (org.)
Páginas: 254
Tradutor: Maria Aparecida Abelaira Vizotto, Nancy Rozenchan, Aurora F. Bernardini, J. Guinsburg, Elisa Guimarães, V. Aleksander Jovanovic
Coleção: DEBATES/D.167
Peso: 0,24 kg
Dimensões: 20,5 x 11,5 x 0 cm
FUTURISMO ITALIANO, O
R$60,00
Quantidade
FUTURISMO ITALIANO, O R$60,00

Conheça nossas opções de frete


Desde a publicação de seu Manifesto de Fundação em 1909, o Futurismo italiano converteu-se em ponto de referência obrigatório para o estudo da história, das ideias e das realizações das "vanguardas" ocidentais. Pois as concepções e os trabalhos de Marinetti e seus companheiros marcaram, além da produção em literatura, música, artes plásticas, arquitetura, teatro, cinema, fotografia e moda, a reflexão estética, bem como o pensamento e a ação política de nosso tempo. No vasto e, às vezes, bizarro acervo de propostas desse movimento, a pregação iconoclasta da necessidade de arrasar o passado, fruto de rejeições, hoje eventualmente superadas, ladeia intuições, às vezes, simplesmente "geniais" e do maior alcance. É o caso das ideias sobre o dinamismo universal, a simultaneidade, o fluxo, a síntese e muitas outras, que surgem expressas, amiúde, em linguagem tosca e emaranhada sobre a forma de "achados", ora curiosos, como a do entoarruídos ou as tabelas do tatilismo, ora fecundos e destinados a uma profunda repercussão, como as teorias da montagem, o fotodinamismo, o teatro sintético, a pólis e a política do futuro.
Tais são os elementos que, semeados nas declarações escritas de "O Futurismo Italiano", tornam indiscutível a atualidade de seus Manifestos. Reunindo uma seleção dos mais significativos, a organização deste volume se propôs não apenas a pôr à disposição de nosso público leitor uma preciosa documentação para estudo, como, principalmente, elementos de uma indagação sobre o nosso mundo e o nosso tempo.
--
ISBN: 9788527304658
Autor: Aurora Fornoni Bernardini (org.)
Páginas: 254
Tradutor: Maria Aparecida Abelaira Vizotto, Nancy Rozenchan, Aurora F. Bernardini, J. Guinsburg, Elisa Guimarães, V. Aleksander Jovanovic
Coleção: DEBATES/D.167
Peso: 0,24 kg
Dimensões: 20,5 x 11,5 x 0 cm