Conhecido por haver revolucionado a semiologia com Obra Aberta, em que propunha a primazia da interpretação, Umberto Eco, nestes ensaios escritos entre 1985 e 1990, agora defende os diretos do texto: “dizer que um texto é potencialmente sem fim não significa que todo ato de interpretação possa ter um final feliz”. Mais do que uma reviravolta no conjunto de obras que a Editora Perspectiva vem publicando sistematicamente, a aceitação de um novo desafio: descobrir quais os limites da interpretação.
ISBN: 9788527301787
Autor: Umberto Eco
Páginas: 344
Tradutor: Pérola de Carvalho
Coleção: ESTUDOS/E.135
Ano de publicação: 1995
Peso: 0,41 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm
LIMITES DA INTERPRETAÇÃO, OS
R$64,90
Quantidade
LIMITES DA INTERPRETAÇÃO, OS R$64,90

Conheça nossas opções de frete


Conhecido por haver revolucionado a semiologia com Obra Aberta, em que propunha a primazia da interpretação, Umberto Eco, nestes ensaios escritos entre 1985 e 1990, agora defende os diretos do texto: “dizer que um texto é potencialmente sem fim não significa que todo ato de interpretação possa ter um final feliz”. Mais do que uma reviravolta no conjunto de obras que a Editora Perspectiva vem publicando sistematicamente, a aceitação de um novo desafio: descobrir quais os limites da interpretação.
ISBN: 9788527301787
Autor: Umberto Eco
Páginas: 344
Tradutor: Pérola de Carvalho
Coleção: ESTUDOS/E.135
Ano de publicação: 1995
Peso: 0,41 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm