Cem anos após seu nascimento, Antonin Artaud continua a perturbar profundamente a cultura ocidental. Repudiando com a mesma indignação o naturalismo estéril e o esteticismo dos formalistas, Artaud devota-se à utopia de uma arte “terapêutica da alma”, onde a vida é celebrada em ritual sagrado. Caleidoscópio de textos, sua obra — cartas e manifestos, roteiros e projetos em constante reelaboração, que a editora Perspectiva traz agora ao leitor brasileiro — não pode ser vista como um ensaio datado na história da arte. A presente antologia, ladeando suas poesias e seus depoimentos, sua técnica e sua linguagem, revela um artista coerente no múltiplo: reiventa-se aqui o teatro e o cinema, sonha-se a partir da pintura e da poesia fecundos presságios de demiurgo. A ferida da crueldade artaudiana permanece aberta. Sua linguagem inaugural, hieróglifo vivo a ser decifrado, semente dos happennings e das criações coletivas, de Grotowski e de Robert Wilson, convida a um percurso ainda arriscado pelos obscuros caminhos da criação.
Sérgio Coelho
ISBN: 9788527303286
Autor: Antonin Artaud
Páginas: 296
Tradutor: J. Guinsburg, Sílvia Fernandes, Regina Correa Rocha e Maria Lúcia Pereira
Coleção: PERSPECTIVAS/PERS

Peso: 0,43 kg
Dimensões: 23 x 16 x 0 cm
LINGUAGEM E VIDA
R$64,90
Esgotado
LINGUAGEM E VIDA R$64,90

Cem anos após seu nascimento, Antonin Artaud continua a perturbar profundamente a cultura ocidental. Repudiando com a mesma indignação o naturalismo estéril e o esteticismo dos formalistas, Artaud devota-se à utopia de uma arte “terapêutica da alma”, onde a vida é celebrada em ritual sagrado. Caleidoscópio de textos, sua obra — cartas e manifestos, roteiros e projetos em constante reelaboração, que a editora Perspectiva traz agora ao leitor brasileiro — não pode ser vista como um ensaio datado na história da arte. A presente antologia, ladeando suas poesias e seus depoimentos, sua técnica e sua linguagem, revela um artista coerente no múltiplo: reiventa-se aqui o teatro e o cinema, sonha-se a partir da pintura e da poesia fecundos presságios de demiurgo. A ferida da crueldade artaudiana permanece aberta. Sua linguagem inaugural, hieróglifo vivo a ser decifrado, semente dos happennings e das criações coletivas, de Grotowski e de Robert Wilson, convida a um percurso ainda arriscado pelos obscuros caminhos da criação.
Sérgio Coelho
ISBN: 9788527303286
Autor: Antonin Artaud
Páginas: 296
Tradutor: J. Guinsburg, Sílvia Fernandes, Regina Correa Rocha e Maria Lúcia Pereira
Coleção: PERSPECTIVAS/PERS

Peso: 0,43 kg
Dimensões: 23 x 16 x 0 cm