20% OFF
OUTRO

"Eu mordo o que posso".

É nesse espírito que Augusto de Campos volta à circulação com este OUTRO.

"Novos poemas, intraduções e outraduções (remixes visuais). Achei curioso e ao mesmo tempo estranho o uso dessa palavra em discos americanos e custei a me dar conta de que se tratava de um termo musical, uma palavra-valise que sai do 'in' para o 'out', revertendo o sentido de INTRO. E que indica a diferente performance de uma faixa anterior ou algum outro 'bonus' - um 'extro'. Outro outro. Outradução, extradução? Seja o que for, gostei da palavra ambígua."

Vários desses poemas - quatro querendo ser clips - perdem algo de sua intencionalidade na medida em que são ou formas estáticas, derivadas de animações digitais, ou projetos de clips-poemas pedindo movimento e som. Alguns podem ser vistos nos portais indicados ao final deste volume.

"E é com este OUTRO, que pode ser também o último bônus de meu trabalho poético, que ousp ex-pôr estes novos poemas. Sobrevivente, para o bem ou para o mal, não posso deixar de completar o que comecei, o quanto me for possível".
ISBN: 9788527310321
Autor: Augusto de Campos
Páginas: 120

Coleção: SIGNOS/S.056
Ano de publicação: 2015
Peso: 0,43 kg
Dimensões: 23 x 23 x 0 cm
OUTRO
R$59,00 R$47,20
Quantidade
OUTRO R$47,20

"Eu mordo o que posso".

É nesse espírito que Augusto de Campos volta à circulação com este OUTRO.

"Novos poemas, intraduções e outraduções (remixes visuais). Achei curioso e ao mesmo tempo estranho o uso dessa palavra em discos americanos e custei a me dar conta de que se tratava de um termo musical, uma palavra-valise que sai do 'in' para o 'out', revertendo o sentido de INTRO. E que indica a diferente performance de uma faixa anterior ou algum outro 'bonus' - um 'extro'. Outro outro. Outradução, extradução? Seja o que for, gostei da palavra ambígua."

Vários desses poemas - quatro querendo ser clips - perdem algo de sua intencionalidade na medida em que são ou formas estáticas, derivadas de animações digitais, ou projetos de clips-poemas pedindo movimento e som. Alguns podem ser vistos nos portais indicados ao final deste volume.

"E é com este OUTRO, que pode ser também o último bônus de meu trabalho poético, que ousp ex-pôr estes novos poemas. Sobrevivente, para o bem ou para o mal, não posso deixar de completar o que comecei, o quanto me for possível".
ISBN: 9788527310321
Autor: Augusto de Campos
Páginas: 120

Coleção: SIGNOS/S.056
Ano de publicação: 2015
Peso: 0,43 kg
Dimensões: 23 x 23 x 0 cm