Sem forçar o paradoxo, é possível dizer que este livro de Roman Jakobson, que a Editora Perspectiva põe à disposição do nosso público leitor, é uma verdadeira história estrutural da poesia do Ocidente, e talvez seja lido hoje de modo mais apropriado do que o seria se fosse publicado quando o autor gozava, lá pelos anos de 1970, de enorme fama internacional como um dos fundadores do moderno estruturalismo. E não é forçar o paradoxo porque as ideias luminosas que atravessam os ensaios de Poética em Ação já deixaram de ser peças polêmicas para serem incorporadas ao acervo comum do conhecimento acerca da poesia. Ganharam aquela tranquilidade própria das configurações clássicas, sem por isso, precisamente, deixarem de ser necessárias para o movimento inquieto das mais perspicazes indagações sobre as articulações entre linguagem e arte. São clássicas, ou seja, depois de existirem por entre as controvérsias que a presença de seu autor provocava, passaram, ou podem passar, a ser lidas como realizações da inteligência e da sensibilidade por consenso público. O leitor deste livro logo descobre o que se pretende sugerir com tudo isso: basta ler qualquer um dos ensaios, desde os mais “técnicos” aos mais amplamente “culturais” (e as aspas devem ser entendidas como dificuldades de distinção), para saber que não se está lendo um simples professor ou divulgador da linguística, mas sim um inventor de novas relações, um criador no plano teórico, para quem a ação de poema, sendo a da linguagem, deixa passar a figura de uma poética linguística.

[J.A.B]
--
ISBN: 9788527300261
Autor: Roman Jakobson
Páginas: 296
Tradutor: Vários, com organização de João Alexandre Barbosa
Coleção: ESTUDOS/E.092

Peso: 0,31 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm
POÉTICA EM AÇÃO
R$59,90
Quantidade
POÉTICA EM AÇÃO R$59,90

Conheça nossas opções de frete


Sem forçar o paradoxo, é possível dizer que este livro de Roman Jakobson, que a Editora Perspectiva põe à disposição do nosso público leitor, é uma verdadeira história estrutural da poesia do Ocidente, e talvez seja lido hoje de modo mais apropriado do que o seria se fosse publicado quando o autor gozava, lá pelos anos de 1970, de enorme fama internacional como um dos fundadores do moderno estruturalismo. E não é forçar o paradoxo porque as ideias luminosas que atravessam os ensaios de Poética em Ação já deixaram de ser peças polêmicas para serem incorporadas ao acervo comum do conhecimento acerca da poesia. Ganharam aquela tranquilidade própria das configurações clássicas, sem por isso, precisamente, deixarem de ser necessárias para o movimento inquieto das mais perspicazes indagações sobre as articulações entre linguagem e arte. São clássicas, ou seja, depois de existirem por entre as controvérsias que a presença de seu autor provocava, passaram, ou podem passar, a ser lidas como realizações da inteligência e da sensibilidade por consenso público. O leitor deste livro logo descobre o que se pretende sugerir com tudo isso: basta ler qualquer um dos ensaios, desde os mais “técnicos” aos mais amplamente “culturais” (e as aspas devem ser entendidas como dificuldades de distinção), para saber que não se está lendo um simples professor ou divulgador da linguística, mas sim um inventor de novas relações, um criador no plano teórico, para quem a ação de poema, sendo a da linguagem, deixa passar a figura de uma poética linguística.

[J.A.B]
--
ISBN: 9788527300261
Autor: Roman Jakobson
Páginas: 296
Tradutor: Vários, com organização de João Alexandre Barbosa
Coleção: ESTUDOS/E.092

Peso: 0,31 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm