Atenção: em razão do fim do ano, pedidos realizados a partir do dia 07/12 podem sofrer atrasos.
PROUST

O RISO DE PROUST
A força do riso, a vis cômica que percorre o Tempo Perdido, constitui o tema desta inovadora análise empreendida por Leda Tenório da Motta. O aspecto importante e recorrente do humor proustiano, até aqui submerso, é recuperado nas dimensões originais que lhe foram atribuídas, o que traz uma nova luz ao entendimento da obra. Para um escritor que observou e descreveu a totalidade da vida em suas delicadas nervuras psíquicas e em suas representações sociais mais espetaculares, revolucionando com isso o próprio gênero do romance, seria de fato estranho se também não tivesse lançado mão desta outra face e contrapartida necessária à sensibilidade humana que é o riso, a ironia, a crítica social ou os jeux d’esprit. Cabe lembrar que a história do humor, em França, deita raízes não apenas numa longa tradição literária, desde Rabelais, como também nas habituais e impiedosas farpas das conversações cortesãs. Baudelaire as revitalizou em seu clássico ensaio "Da Essência do Riso". No caso de Proust, acrescente-se ainda o chiste freudiano que talvez tenha vindo à tona do fundo de uma subconsciência ancestral, a do tratamento judaico do cômico. Como resultado, a crítica da obra proustiana ganha uma interpretação inédita e apurada, valorizando esta edição da coleção Estudos da editora Perspectiva com uma notável contribuição brasileira para o percurso que as sucessivas gerações de leitores têm feito à procura do tempo recuperado, nas pegadas do tempo perdido.
[J. Guinsburg / N. Cunha]
--
ISBN: 9788527307987
Autor: Leda Tenório da Motta
Páginas: 256
Coleção: ESTUDOS/E.245
Ano de publicação: 2007
Peso: 0,31 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm
PROUST
R$59,90
Quantidade
PROUST R$59,90

Conheça nossas opções de frete


O RISO DE PROUST
A força do riso, a vis cômica que percorre o Tempo Perdido, constitui o tema desta inovadora análise empreendida por Leda Tenório da Motta. O aspecto importante e recorrente do humor proustiano, até aqui submerso, é recuperado nas dimensões originais que lhe foram atribuídas, o que traz uma nova luz ao entendimento da obra. Para um escritor que observou e descreveu a totalidade da vida em suas delicadas nervuras psíquicas e em suas representações sociais mais espetaculares, revolucionando com isso o próprio gênero do romance, seria de fato estranho se também não tivesse lançado mão desta outra face e contrapartida necessária à sensibilidade humana que é o riso, a ironia, a crítica social ou os jeux d’esprit. Cabe lembrar que a história do humor, em França, deita raízes não apenas numa longa tradição literária, desde Rabelais, como também nas habituais e impiedosas farpas das conversações cortesãs. Baudelaire as revitalizou em seu clássico ensaio "Da Essência do Riso". No caso de Proust, acrescente-se ainda o chiste freudiano que talvez tenha vindo à tona do fundo de uma subconsciência ancestral, a do tratamento judaico do cômico. Como resultado, a crítica da obra proustiana ganha uma interpretação inédita e apurada, valorizando esta edição da coleção Estudos da editora Perspectiva com uma notável contribuição brasileira para o percurso que as sucessivas gerações de leitores têm feito à procura do tempo recuperado, nas pegadas do tempo perdido.
[J. Guinsburg / N. Cunha]
--
ISBN: 9788527307987
Autor: Leda Tenório da Motta
Páginas: 256
Coleção: ESTUDOS/E.245
Ano de publicação: 2007
Peso: 0,31 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm