"Saltimbancos Urbanos: O Circo e a Renovação Teatral no Brasil, 1980-2000", da coleção Perspectivas em Cena mostra de que forma grupos de teatro de grande importância, surgidos nas últimas décadas do século XX, como Galpão, Pia Fraus, XPTO, Ornitorrinco, Grupo Acrobático Fratelli, Intrépida Trupe, Teatro de Anônimo, Parlapatões, Patifes e Paspalhões e Nau de Ícaros, e o trabalho dos diretores Carlos Alberto Soffredini, Cacá Rosset e Gabriel Villela renovaram a cena brasileira ao incorporarem as técnicas, conteúdos e linguagens do circo. A partir de uma análise do percurso histórico da prática circense, dos primórdios à sua matriz moderna, estabelecida por Philip Astley, passando pela figura do saltimbanco, que já trazia em si ambas as artes, e de uma extensa e profunda pesquisa, Eliene Benício realiza uma obra que não apenas resgata parte da história do circo no Brasil, mas também esse percurso de jovens realizadores teatrais – vivido num momento particularmente desafiador do país, com a redemocratização e a crise econômica – que romperam com o realismo do possível trazendo para primeiro plano a fantasia, acrobática, do improvável, do espetacular.

[J. Guinsburg e L.H. Soares]

--
ISBN: 978-85-273-1133-5
Autor: Eliene Benício Amâncio Costa
Páginas: 456
Coleção: Perspectivas na cena
Ano de publicação: 2018
Peso: 0,600 kg
Dimensões: 14x21 cm
SALTIMBANCOS URBANOS: O CIRCO E A RENOVAÇÃO TEATRAL NO BRASIL, 1980-2000
R$79,90
Quantidade
SALTIMBANCOS URBANOS: O CIRCO E A RENOVAÇÃO TEATRAL NO BRASIL, 1980-2000 R$79,90

Conheça nossas opções de frete

"Saltimbancos Urbanos: O Circo e a Renovação Teatral no Brasil, 1980-2000", da coleção Perspectivas em Cena mostra de que forma grupos de teatro de grande importância, surgidos nas últimas décadas do século XX, como Galpão, Pia Fraus, XPTO, Ornitorrinco, Grupo Acrobático Fratelli, Intrépida Trupe, Teatro de Anônimo, Parlapatões, Patifes e Paspalhões e Nau de Ícaros, e o trabalho dos diretores Carlos Alberto Soffredini, Cacá Rosset e Gabriel Villela renovaram a cena brasileira ao incorporarem as técnicas, conteúdos e linguagens do circo. A partir de uma análise do percurso histórico da prática circense, dos primórdios à sua matriz moderna, estabelecida por Philip Astley, passando pela figura do saltimbanco, que já trazia em si ambas as artes, e de uma extensa e profunda pesquisa, Eliene Benício realiza uma obra que não apenas resgata parte da história do circo no Brasil, mas também esse percurso de jovens realizadores teatrais – vivido num momento particularmente desafiador do país, com a redemocratização e a crise econômica – que romperam com o realismo do possível trazendo para primeiro plano a fantasia, acrobática, do improvável, do espetacular.

[J. Guinsburg e L.H. Soares]

--
ISBN: 978-85-273-1133-5
Autor: Eliene Benício Amâncio Costa
Páginas: 456
Coleção: Perspectivas na cena
Ano de publicação: 2018
Peso: 0,600 kg
Dimensões: 14x21 cm