TEATRO DA MORTE, O

Velhos bancos desgastados, um monte de livros ressecados que se desfazem em poeira, um W.C… Sobre os bancos, velhos cujos olhares, depois gestos de autômatos, dizem apenas que ainda respiram com vida. Um dedo se ergue, seguem-se dois, três, depois toda uma floresta… Lembranças de um passado. Velhos, e logo os seus duplos, os manequins das crianças que eles foram, imagens da morte, presença da matéria… Quem está aí? Não somos nós, não seremos nós? Seres humanos? Manequins mais concretos, mais reais, mais vivos do que eles? Poderes da fascinação em quadros da invocação teatral! Ao mesmo tempo que seu pincel encenante pinta-os, elaborando a realidade cênica para a criação dos espetáculos, Kantor especifica a situação, argumenta e se explica, polemiza, defendendo-se e acusando, em uma série de testemunhos – manifestos, partituras de apresentações e de happenings, entrevistas, artigos – que esclarecem seu procedimento e afirmam sua originalidade. Todos estes elementos e operadores de uma teatralidade conjugam-se em O Teatro da Morte, que a editora Perspectiva, em co-edição com Edições SESC SP, agora publica em sua coleção Estudos. Selecionados e organizados por Denis Bablet, os escritos do notável encenador dramaturgo-dramaturgista aqui reunidos abrem ao leitor um acesso textual às etapas essenciais da atividade criadora e da evolução de Tadeusz Kantor.
ISBN: 9788527308373
Autor: Tadeusz Kantor
Páginas: 320
Tradutor: J. Guinsburg, Isa Kopelman, Maria Lucia Pupo e Sílvia Fernandes
Coleção: ESTUDOS/E.262
Ano de publicação: 2008
Peso: 0,38 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm
TEATRO DA MORTE, O
R$63,00
Quantidade
TEATRO DA MORTE, O R$63,00

Velhos bancos desgastados, um monte de livros ressecados que se desfazem em poeira, um W.C… Sobre os bancos, velhos cujos olhares, depois gestos de autômatos, dizem apenas que ainda respiram com vida. Um dedo se ergue, seguem-se dois, três, depois toda uma floresta… Lembranças de um passado. Velhos, e logo os seus duplos, os manequins das crianças que eles foram, imagens da morte, presença da matéria… Quem está aí? Não somos nós, não seremos nós? Seres humanos? Manequins mais concretos, mais reais, mais vivos do que eles? Poderes da fascinação em quadros da invocação teatral! Ao mesmo tempo que seu pincel encenante pinta-os, elaborando a realidade cênica para a criação dos espetáculos, Kantor especifica a situação, argumenta e se explica, polemiza, defendendo-se e acusando, em uma série de testemunhos – manifestos, partituras de apresentações e de happenings, entrevistas, artigos – que esclarecem seu procedimento e afirmam sua originalidade. Todos estes elementos e operadores de uma teatralidade conjugam-se em O Teatro da Morte, que a editora Perspectiva, em co-edição com Edições SESC SP, agora publica em sua coleção Estudos. Selecionados e organizados por Denis Bablet, os escritos do notável encenador dramaturgo-dramaturgista aqui reunidos abrem ao leitor um acesso textual às etapas essenciais da atividade criadora e da evolução de Tadeusz Kantor.
ISBN: 9788527308373
Autor: Tadeusz Kantor
Páginas: 320
Tradutor: J. Guinsburg, Isa Kopelman, Maria Lucia Pupo e Sílvia Fernandes
Coleção: ESTUDOS/E.262
Ano de publicação: 2008
Peso: 0,38 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 0 cm