É natural no ser humano o desejo à expansividade de sua visão de mundo, de suas sensações acerca do micro e do macrocosmo, enfim, de sua criatividade como materialização da cópula desvairada entre razão e sensação. Às tentativas de tolher esse movimento se defrontam com as táticas e posicionamentos de resistência daqueles que dedicam a vida ao diálogo com a total presença oferecida pelo espaço externo. O teatro de rua, mais que qualquer outra arte, nunca deixou de ser um gesto dos mais contundentes, que mobiliza fibras e ativa forças de quem o faz e de quem o vê, num contato mais íntimo e mais autêntico entre vida e arte. Mas essa proposta de desfilar a realidade em movimento não se dá sem um pesado preço, que assume inclusive a forma de cruéis represálias; máquinas massificadoras são acionadas e aperfeiçoadas em táticas truculentas ou sutis dos poderes revestidos da oficialidade política, triturando, direta ou indiretamente, a livre expressão do pensar, do jogar, em suma, do direito do ser humano de viver sua existência na plenitude. É o que a arte de rua defende e pratica. Teatro(s) de Rua do Brasil: A Luta Pelo Espaço Público, ora editado pela Perspectiva, oferece, em primeira instância, o mapeamento dos grupos e de individualidades e é uma poderosa homenagem ao anônimo que tenta manter-se visível e audível. Esquadrinha, ademais, os movimentos do teatro e da arte de rua amadurecidos no Brasil do século XXI, que finalmente vêm encontrando estratégias de combate à sua marginalização e até criminalização. E, por fim, consequência prazeirosa das conquistas dos atuantes das artes de rua, temos ainda um panorama de ricas novidades e possibilidades de uma prática que a cada dia pode desenvolver-se no desafio vital oferecido pela rua, pela praça pública, isto é, pelo mundo, onde o valor da ação está não só nos riscos de encontros tensos e intensos, mas também na alegria da participação efetiva e irmanada de artista e público nos ritos e energias telúricas e afetivas que envolvem o acontecimento dramático sob o império solar ou sob os mistérios da lua, das estrelas e, por vezes, das trevas.
[Marcio H. de Godoy, J. Guinsburg e L.H. Soares]
--

ISBN: 9788527310598
Autor: Licko Turle e Jussara Trindade
Número de páginas: 184
Coleção: Livro sem coleção
Dimensões: 16 cm x 23 cm
Peso: 0,310 kg
TEATRO (S) DE RUA NO BRASIL
R$44,90
Quantidade
TEATRO (S) DE RUA NO BRASIL R$44,90

Conheça nossas opções de frete

É natural no ser humano o desejo à expansividade de sua visão de mundo, de suas sensações acerca do micro e do macrocosmo, enfim, de sua criatividade como materialização da cópula desvairada entre razão e sensação. Às tentativas de tolher esse movimento se defrontam com as táticas e posicionamentos de resistência daqueles que dedicam a vida ao diálogo com a total presença oferecida pelo espaço externo. O teatro de rua, mais que qualquer outra arte, nunca deixou de ser um gesto dos mais contundentes, que mobiliza fibras e ativa forças de quem o faz e de quem o vê, num contato mais íntimo e mais autêntico entre vida e arte. Mas essa proposta de desfilar a realidade em movimento não se dá sem um pesado preço, que assume inclusive a forma de cruéis represálias; máquinas massificadoras são acionadas e aperfeiçoadas em táticas truculentas ou sutis dos poderes revestidos da oficialidade política, triturando, direta ou indiretamente, a livre expressão do pensar, do jogar, em suma, do direito do ser humano de viver sua existência na plenitude. É o que a arte de rua defende e pratica. Teatro(s) de Rua do Brasil: A Luta Pelo Espaço Público, ora editado pela Perspectiva, oferece, em primeira instância, o mapeamento dos grupos e de individualidades e é uma poderosa homenagem ao anônimo que tenta manter-se visível e audível. Esquadrinha, ademais, os movimentos do teatro e da arte de rua amadurecidos no Brasil do século XXI, que finalmente vêm encontrando estratégias de combate à sua marginalização e até criminalização. E, por fim, consequência prazeirosa das conquistas dos atuantes das artes de rua, temos ainda um panorama de ricas novidades e possibilidades de uma prática que a cada dia pode desenvolver-se no desafio vital oferecido pela rua, pela praça pública, isto é, pelo mundo, onde o valor da ação está não só nos riscos de encontros tensos e intensos, mas também na alegria da participação efetiva e irmanada de artista e público nos ritos e energias telúricas e afetivas que envolvem o acontecimento dramático sob o império solar ou sob os mistérios da lua, das estrelas e, por vezes, das trevas.
[Marcio H. de Godoy, J. Guinsburg e L.H. Soares]
--

ISBN: 9788527310598
Autor: Licko Turle e Jussara Trindade
Número de páginas: 184
Coleção: Livro sem coleção
Dimensões: 16 cm x 23 cm
Peso: 0,310 kg