Atenção: em razão do fim do ano, pedidos realizados a partir do dia 07/12 podem sofrer atrasos.
ISBN: 9788527310840
Descrição: Struwwelpeter, personagem de um livro infantil de Heinrich Hoffmann, é um garoto que não corta as unhas nem penteia os cabelos, possuindo uma apa-rência selvagem que afronta as normas e condutas sociais. Em Thomas Bernhard, o Fazedor de Teatro e a Sua Dramaturgia do Discurso e da Provocação, que a Perspectiva publica em sua coleção Textos, Samir Signeu relaciona o caráter dessa personagem da cultura germânica com a vasta obra teatral e a vida de um dos mais representativos escritores de língua alemã do século XX. Criticado como um Nestbeschmutzer (aquele que suja o ninho) ou louvado e premiado, na Áustria e fora, Bernhard encarnava e expressava em sua obra a busca, que o Struwwelpeter tão bem representa, de outras maneiras de ver e estar no mundo sem medir as palavras nem as consequências. Caracterizada por colocar em questão na ribalta o que ele chamava de Geistesmenschen(o homem de espírito) e por uma agressiva verborragia, sua obra, como a tradução aqui apresentada de Der Theatermacher (O Fazedor de Teatro) deixa evidente, denuncia e ridiculariza tudo aquilo a que os austríacos dão valor, inclusive alguns contemporâneos, produzindo escândalos que só fizeram aumentar a fama desse autor que jamais transigiu e para quem “tudo é ridículo quando se pensa na morte”.
Autor: Samir Signeu
Número de páginas: 288
Tradutor: Samir Signeu
Coleção: Textos 36
THOMAS BERNHARD: O FAZEDOR DE TEATRO
R$58,00
Quantidade
THOMAS BERNHARD: O FAZEDOR DE TEATRO R$58,00

Conheça nossas opções de frete

ISBN: 9788527310840
Descrição: Struwwelpeter, personagem de um livro infantil de Heinrich Hoffmann, é um garoto que não corta as unhas nem penteia os cabelos, possuindo uma apa-rência selvagem que afronta as normas e condutas sociais. Em Thomas Bernhard, o Fazedor de Teatro e a Sua Dramaturgia do Discurso e da Provocação, que a Perspectiva publica em sua coleção Textos, Samir Signeu relaciona o caráter dessa personagem da cultura germânica com a vasta obra teatral e a vida de um dos mais representativos escritores de língua alemã do século XX. Criticado como um Nestbeschmutzer (aquele que suja o ninho) ou louvado e premiado, na Áustria e fora, Bernhard encarnava e expressava em sua obra a busca, que o Struwwelpeter tão bem representa, de outras maneiras de ver e estar no mundo sem medir as palavras nem as consequências. Caracterizada por colocar em questão na ribalta o que ele chamava de Geistesmenschen(o homem de espírito) e por uma agressiva verborragia, sua obra, como a tradução aqui apresentada de Der Theatermacher (O Fazedor de Teatro) deixa evidente, denuncia e ridiculariza tudo aquilo a que os austríacos dão valor, inclusive alguns contemporâneos, produzindo escândalos que só fizeram aumentar a fama desse autor que jamais transigiu e para quem “tudo é ridículo quando se pensa na morte”.
Autor: Samir Signeu
Número de páginas: 288
Tradutor: Samir Signeu
Coleção: Textos 36