No início do século XX a Rússia vivia um período de efervescência que ia muito além do âmbito político, abrangendo todos os aspectos da vida, principalmente o artístico, em consonância com uma inventividade transgressiva em relação aos cânones poético-dramáticos tradicionais e mesmo aos subversivos valores da revolução romântica, um experimentalismo cada vez mais “vanguardista” que começara a grassar nos principais centros europeus de cultura. Muitas dessas buscas avassalaram o teatro, convertendo o palco – e a plateia – em um campo de batalhas estético-ideológico e não apenas teórico-crítico, pois incidiam fundamentalmente na sua expressão cênica aqui-agora do que significa encenar uma peça e propor questões ainda não respondidas de todo: quando um teatro novo surge, o que o impulsiona? Qual o lugar da dramaturgia na ordem das coisas num contexto em que seu próprio estatuto é contestado e a “ordem” tende ao caos? Essas e outras indagações guiaram a reflexão e a pesquisa de Reni Chaves Cardoso, uma de nossas principais estudiosas do teatro russo e soviético. Daí resulta "Uma Poética em Cena: Meierhold, Blók, Maiakóvski", que a Perspectiva publica em sua coleção Estudos, reunindo tanto as traduções na íntegra de dois textos – "Os Banhos", de Maiakóvski, por Luiz Sampaio, e "A Barraca de Feira", de Blók, pela própria Reni, cuja encenação por Meierhold constituíram momentos marcantes dessa história – como uma talentosa reconstituição da própria época e de suas inquietações, que ainda hoje nos agitam com o seu sopro renovador.
[J. Guinsburg e L.H. Soares]
--
ISBN: 9788527311267
Autor: Reni Chaves Cardoso
Páginas: 332
Coleção: ESTUDOS/E. 358
Peso: 0,386 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 1,7 cm
UMA POÉTICA EM CENA: MEIERHOLD, BLÓK, MAIAKÓVSKI
R$64,90
Esgotado
UMA POÉTICA EM CENA: MEIERHOLD, BLÓK, MAIAKÓVSKI R$64,90
No início do século XX a Rússia vivia um período de efervescência que ia muito além do âmbito político, abrangendo todos os aspectos da vida, principalmente o artístico, em consonância com uma inventividade transgressiva em relação aos cânones poético-dramáticos tradicionais e mesmo aos subversivos valores da revolução romântica, um experimentalismo cada vez mais “vanguardista” que começara a grassar nos principais centros europeus de cultura. Muitas dessas buscas avassalaram o teatro, convertendo o palco – e a plateia – em um campo de batalhas estético-ideológico e não apenas teórico-crítico, pois incidiam fundamentalmente na sua expressão cênica aqui-agora do que significa encenar uma peça e propor questões ainda não respondidas de todo: quando um teatro novo surge, o que o impulsiona? Qual o lugar da dramaturgia na ordem das coisas num contexto em que seu próprio estatuto é contestado e a “ordem” tende ao caos? Essas e outras indagações guiaram a reflexão e a pesquisa de Reni Chaves Cardoso, uma de nossas principais estudiosas do teatro russo e soviético. Daí resulta "Uma Poética em Cena: Meierhold, Blók, Maiakóvski", que a Perspectiva publica em sua coleção Estudos, reunindo tanto as traduções na íntegra de dois textos – "Os Banhos", de Maiakóvski, por Luiz Sampaio, e "A Barraca de Feira", de Blók, pela própria Reni, cuja encenação por Meierhold constituíram momentos marcantes dessa história – como uma talentosa reconstituição da própria época e de suas inquietações, que ainda hoje nos agitam com o seu sopro renovador.
[J. Guinsburg e L.H. Soares]
--
ISBN: 9788527311267
Autor: Reni Chaves Cardoso
Páginas: 332
Coleção: ESTUDOS/E. 358
Peso: 0,386 kg
Dimensões: 22,5 x 12,5 x 1,7 cm