YUKIO MISHIMA: O HOMEM DE TEATRO E DE CINEMA
ISBN: 9788527307482
Autor: Darci Kusano
Páginas: 624
--
Ocidente e Oriente recortam em Yukio Mishima: O Homem de Teatro e de Cinema uma fascinante expressão de seu encontro cultural, literário e artístico, graças ao minucioso levantamento histórico-biográfico e análise crítica que Darci Kusano ora apresenta neste volume da coleção Estudos. Percorrendo as principais vias em que transitou a obra do polêmico escritor nipônico, o enfoque não recai principalmente sobre o romancista, mas sim sobre o dramaturgo, o diretor, o ator e o ativista, pondo em relevo a sua singular estética corporal inspirada na Grécia Clássica, mas realizada sob o influxo do conceito de bunbu-ryôdô, “o caminho combinado do erudito e do guerreiro”, que é levado ao auge na “habilidade em ambas as artes, literária e militar”. É sob a sua égide que se compõe o ideário do militante e a sua ação de organizador da sociedade estudantil do Escudo. Tratase, para ele, de reencarnar na modernidade, numa filosofia existencial, os valores da tradição, em que o homem venha a “viver com beleza e com beleza morrer”. Foi essa obsessão com o agir e esse empenho na sua manifestação mais orgânica, vital e significativa que se fulcrou em Mishima a fusão de arte e vida, estética e ideologia, techné e atuação, preparando o caminho e o cenário de seu dramático final, na desejada moldura heróica do suicídio do guerreiro, o seppuku.
YUKIO MISHIMA: O HOMEM DE TEATRO E DE CINEMA
R$71,00
Esgotado
YUKIO MISHIMA: O HOMEM DE TEATRO E DE CINEMA R$71,00
ISBN: 9788527307482
Autor: Darci Kusano
Páginas: 624
--
Ocidente e Oriente recortam em Yukio Mishima: O Homem de Teatro e de Cinema uma fascinante expressão de seu encontro cultural, literário e artístico, graças ao minucioso levantamento histórico-biográfico e análise crítica que Darci Kusano ora apresenta neste volume da coleção Estudos. Percorrendo as principais vias em que transitou a obra do polêmico escritor nipônico, o enfoque não recai principalmente sobre o romancista, mas sim sobre o dramaturgo, o diretor, o ator e o ativista, pondo em relevo a sua singular estética corporal inspirada na Grécia Clássica, mas realizada sob o influxo do conceito de bunbu-ryôdô, “o caminho combinado do erudito e do guerreiro”, que é levado ao auge na “habilidade em ambas as artes, literária e militar”. É sob a sua égide que se compõe o ideário do militante e a sua ação de organizador da sociedade estudantil do Escudo. Tratase, para ele, de reencarnar na modernidade, numa filosofia existencial, os valores da tradição, em que o homem venha a “viver com beleza e com beleza morrer”. Foi essa obsessão com o agir e esse empenho na sua manifestação mais orgânica, vital e significativa que se fulcrou em Mishima a fusão de arte e vida, estética e ideologia, techné e atuação, preparando o caminho e o cenário de seu dramático final, na desejada moldura heróica do suicídio do guerreiro, o seppuku.